terça-feira, maio 03, 2005

O amor prático.

"...O amor é sofredor, é benigno;o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta..."

(1ª Coríntios 13:4-7)


Preciso muito deste amor, que só Jesus pode dar.

3 comentários:

Vilma disse...

Quando leio as características do "amor" em coríntios, costumo substituir a palavra "amor" por Deus ou Jesus... e logo o amor ganha um rosto, ganha acção... porque é exactamente o que Jesus é!

ChuvaNegra disse...

Também eu...

BlueShell disse...

De facto...esse tipo de amor de que tu dizes precsar...não se encontra entre humanos...Tomara eu....mas não!Seria pedir demais...
Há a inveja, a maldade, as segundas intenções, o egoísmo....sobretudo o egoísmo...
E tudo isso magoa...oh...se magoa!!! Tu deves saber...
Jinho, BShell